Concepção do SGQ usando conceitos e princípios fundamentais

As organizações compartilham muitas características com as pessoas como organismos vivos e de aprendizagem social, sendo ambos adaptáveis ​​e que deveriam compreender que interagem sistemas, processos e atividades.

A fim de se adaptar ao seu contexto variável e atualmente em VUCA (volátil, incerto, complexo e ambíguo), precisamos ter a capacidade de mudança.

Muitas vezes pensamos que as mudanças, inovações e melhorias precisam ser totalmente inovadoras e fenomenais, não pensam que pequenas ações podem se transformar em grandes resultados. Precisamos urgentemente voltar à simplicidade, pensando que na maioria das vezes MENOS É MAIS!

Pensando nisso, o modelo de SGQ (Sistema de Gestão da Qualidade) de uma organização deveria reconhecer que nem todos os sistemas, processos e atividades podem ser determinados e concebidos de forma perfeita, como esta situação atual de pandemia mundial. Entretanto, deve ter o foco em planejamento, prevenção e melhoria, sem perder a sua flexibilidade e capacidade de se adaptar dentro das complexidades do contexto organizacional e das suas partes interessadas.

Parafraseando o Prof. Vicente Falconi, praticamente tudo pode ser classificado como um Sistema. As organizações devem entender o seu contexto interno e externo para identificar as necessidades e expectativas das partes interessadas relevantes para iniciar a planejar o seu SGQ de forma a possibilitar a sua sustentabilidade.

A ISO 9000:2015 define Sistema como um conjunto de elementos inter-relacionados ou interativos e que o Sistema de Gestão da Qualidade é parte de um conjunto de elementos inter-relacionados ou interativos de uma organização para estabelecer políticas, objetivos e processos para alcançar estes objetivos.

Considerando estes conceitos, para iniciar a construção e planejamento de um Sistema de Gestão da Qualidade a organização deve definir inicialmente as suas políticas (missão, valores, visão, política da qualidade), os seus objetivos estratégicos e os seus processos (sistema que utiliza entradas para entregar um resultado pretendido).

Embora muitas vezes pareça ser as organizações são compostas por processos iguais ou semelhantes, cada organização e seu SGQ devem ser únicos, cada um ter o seu próprio DNA.

Um SGQ oferece uma estrutura para o planejamento, execução, monitoramento e melhoria do desempenho das atividades da organização e não precisa ser complicado, mas precisa refletir com precisão as necessidades da organização e de suas partes interessadas pertinentes.

Um abraço e sucesso a todos!

0 visualização0 comentário